UMA SOLUÇÃO SUSTENTÁVEL

TÍTULO

A POBREZA DAS NAÇÕES

AUTOR

WAYNE GRUDEM & BARRY ASMUS

Tal como Rick Warren, pastor da Saddleback Church, menciona na apresentação, “já faz algum tempo que espero por um livro como este”. Não que outros bons livros não abordem este tema, alguns até serviram de estudo aos autores, mas este precisava mesmo de ser escrito.

NUMA PARCERIA perfeita, um teólogo, Wayne Grudem, e um economista, Barry Asmos, tiveram muitas conversas ao longo de vários anos, pesquisaram profundamente sobre calamidades económicas e sociais, trocaram experiências e apresentaram as suas ideias em seminários. Ao mesmo tempo que investigadores de todo o mundo partilharam com eles comentários sobre  os fatores que podem levar à prosperidade ou à falência de uma nação inteira, tendo selecionado 78, neste livro.
Grudem e Asmus abrem o livro dando conta do seu objetivo
com esta obra: propor uma solução sustentável para a pobreza
nas nações pobres do mundo, baseando tanto na sua história
económica como nos fundamentos bíblicos.
A solução proposta pelos dois catedráticos não tornará todos
os países pobres em ricos, mas pretende elevar o nível de vida
de todas as pessoas, criando oportunidades para que os mais
desfavorecidos também vejam a prosperidade chegar a eles.
Embora não se trate de uma proposta inédita, a diferença
desta abordagem incide, pela primeira vez, na nação como um
todo, combinando uma análise de 200 anos de desenvolvimento
económico, juntamente com uma análise dos ensinos da Bíblia
sobre economia e política governamental.
Ao invés de outras obras sobre este assunto, A Pobreza
das Nações for escrito numa linguagem acessível, sem terminologia
técnica de difícil entendimento. Também se dirige
aos responsáveis em posições de liderança, cristãos ou não
(preferencialmente), nos governos, nas empresas, ONGs, e
também para estudantes – os líderes do futuro. Fundamentando
os seus variados argumentos na Palavra de Deus, enumeram as
razões por que os pobres devem ser ajudados, principalmente
pelos líderes governamentais.
Os autores explicam exaustivamente, ao longo das 400
páginas, o que conduz um país numa espiral recessiva, de endividamento,
incumprimento, e (inevitavelmente) na pobreza. O
que é o PIB, e porque certas medidas (como imprimir moeda)

não aumentam o PIB, mas o que importa a uma nação é, sim,
produzir e criar valor a partir de bens e serviços.
Mais uma vez, procuram demonstrar como é possível o
desenvolvimento, segundo uma base bíblica, e inclusivamente,
explorando os recursos naturais que Deus fez abundar na Terra.
Através de muitos exemplos, alertam para o perigo da
ajuda externa, porque é prejudicial e o que diz a Bíblia sobre a
dependência de doações, relevando a importância do trabalho
produtivo. Os fatores que influenciam negativamente a sustentabilidade
das nações são escalpelizados, dos empréstimos obtidos
através de entidades sempre prontas a desembolsar para reaver
com juros (e a longo prazo…), como o FMI e o Banco Mundial,
à redução drástica dos recursos naturais, bem como os sistemas
deformados e dependentes de práticas obsoletas e anti-sociais,
e até os estados que promovem a igualdade e bem-estar social.
Os prós e contras dos sistemas económicos comuns, as
vantagens morais do mercado livre e o seu fundamento bíblico,
os sistemas que promovem a liberdade do povo e o que obtêm
aqueles que limitam (subjugam até) a sua população.
Pelo contrário, demonstram como se pode promover a
valorização pessoal e social, a responsabilização, e o “sucesso
merecido”, em contraponto com fatores egoístas e materialistas
que podem ser invertidos para o bem-comum, incentivando
a solidariedade e evitando males maiores como a corrupção.
Objetivamente, criando as bases para uma sociedade equitativa
e produtiva.
Com particular atenção, são exaltados casos de como um
sistema governativo e judicial justo pode contribuir para o
desenvolvimento de uma nação, levando a um conjunto de benefícios
sociais, como a liberdade para escolher uma profissão,
criar empresas ou aceder aos recursos energéticos,ao mesmo
tempo que promove a igualdade entre as pessoas, independentemente
da raça, religião ou condição. Até a liberdade de enriquecimento.
O melhor endosso vem do Pr. Warren: “Este livro não é para
ser simplesmente lido. Estude-o. Releia-o e faça anotações, depois ponha
em prática o que aprendeu e ensine-o aos outros. Ele pode mudar o
mundo.” Na Igreja de Saddleback, este livro foi adotado para
formação das suas equipas missionárias espalhadas por quase
200 países.

PAULO SÉRGIO GOMES


A POBREZA DAS NAÇÕES, DE WAYNE GRUDEM & BARRY ASMUS. PUBLICADO PELA EDITORA VIDANOVA, SÃO PAULO