O DOUTOR MELÍFLUO

O DOUTOR MELÍFLUO

Através dos livros Templários e O Espírito de Simplicidade ficamos a conhecer melhor uma das figuras incontornáveis da Igreja na Idade Média: Bernardo de Claraval. O “Doutor Melífluo” – assim chamado pelo papa Pio XII pelos seus dotes soberbos como um orador e escritor persuasivo – foi um dos clérigos mais influentes do séc. XII, cujas obras e reformas foram determinantes para a Igreja.

Bernardo começou a sua vida eclesiástica como monge da então recente Ordem de Cister, mas a sua visão e espírito inabaláveis levaram-no a desempenhar um papel fulcral na reforma da ordem. Cedo ganhou a confiança de líderes eclesiásticos e laicos como um mediador sábio e um homem de fé, sendo convocado por papas e altos membros da nobreza ao longo da sua vida e com o intuito de encerrar disputas tanto do foro espiritual como político. Uma das vozes mais respeitadas do seu tempo, Bernardo de Claraval manteve o fervor religioso da época bem aceso, exortando os cristãos a defenderem a Terra Santa através das Cruzadas e dando o seu apoio à fundação de uma ordem militar religiosa, a dos Templários.

ARTIGOS PRINCIPAIS: OS TEMPLÁRIOS O ESPÍRITO DE SIMPLICIDADE

Mesmo após a sua morte em 1174, a sua influência perdurou por muitos séculos, sendo ainda uma referência para cristãos nos dias de hoje.