Milagre no Rio Hudson

Milagre no Rio Hudson
O VOO DA FÉ – Frederick Berretta

TÍTULO

O VOO DA FÉ

AUTOR

FREDERICK BERRETTA

Na primeira pessoa, Frederick Berretta descreve os acontecimentos que tiveram lugar ao longo daqueles intermináveis minutos, cerca de três, entre a paragem dos motores do voo 1549 da US Airways, e o impacto da amaragem heróica em pleno Rio Hudson, Nova Iorque.

Aos comandos da aeronave, com 156 pessoas a bordo, encontra-se o Comandante Chesley Sullenberger, carinhosamente tratado por “Sully”, um veterano da aviação e um especialista em segurança aérea. Desta vez, os seus conhecimentos e experiência de pilotagem foram testados como nunca, muito além do que os cursos e simulações podem prever.

Imediatamente após a descolagem, sobrevoando uma das mais densamente povoadas metrópoles do mundo, um bando de aves cruzou-se com o aparelho, bloqueando ambos os motores. A história já é conhecida mundialmente, através do filme que chegou aos cinemas recentemente, quando o piloto impossibilitado de regressar ao aeroporto, decide-se pela controversa, mas salvadora, amaragem nas águas tranquilas do rio que ladeia Nova Iorque, não se perdendo uma única vida.

O autor, transmite-nos aqui a angústia, o desespero, mas também a esperança, e todos os pormenores miraculosos, vividos a bordo naquela queda silenciosa. Para Berretta, que acreditava em milagres, mas que não se sentia merecedor de os viver, esta foi uma experiência transformadora e demonstrativa do glorioso poder de Deus.  


O VOO DA FÉ, DE FREDERICK BERRETTA, PUBLICADO POR PAULINAS EDITORA, LISBOA
HOMENAGEM A:

COMANDANTE CHESLEY “SULLY” SULLENBERGER