“ICHTHUS”: SÍMBOLOS CRISTÃOS EM QUO VADIS

“ICHTHUS”: SÍMBOLOS CRISTÃOS EM QUO VADIS

O peixe é um símbolo célebre para os Cristãos. É provável que você já o tenha
visto na traseira de um carro; se esse for o caso, então é provável que já se
tenha perguntado: “Porquê um peixe?” ou “O que é que isto significa?”
O seu significado está entrelaçado com as suas raízes, sendo o peixe um
símbolo quase tão antigo como o próprio Cristianismo. A palavra “peixe” no
Grego é Ichthus (ou Ichthys), adotada pelos cristãos como uma sigla: Iesous
Christos, Theou Uios, Soter” ou “Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador”. Era
usado pelos cristãos pela sua natureza inocente – sendo a cruz um sinal bem
mais direto da fé cristã – e tornou-se bastante popular durante as perseguições.

ARTIGO PRINCIPAL: QUO VADIS, por Henryk Sienkiewicz

Assim sendo, o símbolo está bem presente em Quo Vadis, mas não é o único
exemplo de simbolismo cristão na obra. O próprio título é uma referência aos
Atos de Pedro, um livro apócrifo onde Pedro, fugindo de Roma, faz a Cristo a
famosa pergunta, “Quo Vadis, Domine?” (“Onde vais, Senhor?”), ao que Cristo
responde que vai a Roma para ser crucificado uma segunda vez, agora no
lugar de Pedro. Ao ouvir estas palavras, Pedro volta a Roma e enfrenta o seu
destino. Este episódio conclui a obra de Sienkiewicz – uma obra que conta
não só com o Apóstolo Pedro, mas também com o Apóstolo Paulo.