JOHNNIE MOORE – UM REI ENTRE OS POBRES

Este livro é um tratado sobre graça!

Baseando-se na sua experiência pessoal, e em autores incontornáveis da literatura cristã, como C.S.Lewis, Dietrich Bonhoeffer ou o Pr. Rick Warren, que escreve o prefácio, o autor Johnnie Moore descreve exaustivamente aquilo a que uma boa parte da comunidade não compreende: a graça de Deus na vida de um cristão.

Moore viajou pelo Oriente, e pela Índia, buscando resposta para questões religiosas, mas que as outras confissões não lhe souberam dar. E, tal como, Lewis que ao ser questionado a respeito do que diferencia o Cristianismo das outras religiões, respondeu, laconicamente; “A graça!”, ao longo deste livro, ele exalta a relação de Jesus entre os mais pobres e desfavorecidos, escalpelizando passo-a-passo, as diferentes características possíveis de identificar a existência da graça, ou falta dela, nas nossas vidas, e o valor que lhe atribuímos.

Como o teólogo alemão, Bonhoeffer, se manifestou inquieto pela forma despretensiosa e garantida como os crentes entendem a graça sem investimento, uma “graça barata”. A graça verdadeira não é de graça! Ele vai mais longe ao descrever “a graça barata é o inimigo mortal da nossa igreja. Hoje estamos lutando por uma graça cara.  […] A graça barata é a graça sem discipulado, a graça sem a cruz, a graça sem o Jesus vivo e encarnado”.

A graça tem o seu preço. E Bonhoeffer, apelida-a de “graça custosa”, querendo dizer-nos que para a recebermos, custou um preço muito elevado, tudo, a Jesus, logo nunca deve ser considerado algo normal e garantido. A graça é gratuita, mas não é barata”.

Esse valor é demonstrado através de dois exemplos de pessoas em situação transcendente de sofrimento, como a perda de familiares e amigos, que testemunharam a graça que abundava em seus corações: a viúva de um missionário cristão, assassinado na Turquia; e a comunidade amish de Nickel Mines, a quem o autor atribui “um sistema de valores que não é deste planeta. São radicais; mas realmente vivem o que crêem.

Johnnie Moore termina o livro com um desafio, para que nos demos conta de que só nós podemos passar para os outros, para o mundo, a graça que existe em cada um. Ninguém mais o poderá fazer senão nós mesmos.  BluMarkB15X23